domingo, 27 de junho de 2010

Fotografando like a horse (ou jegue...)

Depois da viagem pelo interior e pelo litoral, das visitas às ilhas do rio São Francisco, do concurso de sanfoneiros e dos concursos de quadrilhas, junho ainda reservou espaço para a Missa do Vaqueiro, tradicional evento que aconteceu hoje de manhã pela 69ª vez na orla de Petrolina, e que atrai vaqueiros de todos os tipos e suas montarias, da cidade e da região.

A festa começou ontem de noite, com o Forró da Espora, e de lá eles vem direto para a orla onde é celebrada a missa em sua homenagem. Vaqueiro velho, adulto, jovem e mirim, lá tem de todo tipo, todos eles participando da missa, cantando aboios, benzendo os seus pertences e dançando ao som do trio de forró que animava a festa, tudo a mesmo tempo e no mesmo palco. Muita gente, muitos cavalos (ainda não me conformo, de onde eles saem em tamanha quantidade?) e Petrolina fica transformada numa grande fazenda em que você se sente diminuído por não estar a bordo do seu alazão.

E antes que alguém pergunte: eu estou em todas e pode parecer que não, mas eu também trabalho, viu?

Um comentário:

Anônimo disse...

Foto muito engraçada!!!rs