sábado, 31 de dezembro de 2011

Tourist Information 27 - Floresta

Distante 40Km depois de Belém do São Francisco, e portanto cerca de 280Km  de Petrolina, Floresta é um pouco maior do que aquela, com algo em torno de 30.000 habitantes. Depois de  entrar na avenida de acesso à cidade existe a opção de seguir pela esquerda, para chegar na parte nova, ou então pela direita, para alcançar a parte antiga, que é justamente aquela com as maiores atrações para os visitantes. Nela encontram-se um grande número de casas e prédios históricos de grande beleza e em ótimo estado de conservação. Depois de dobrar à direita, e no final dessa outra avenida, existe uma grande praça onde estão situados o Grupo Escolar Júlio de Mello (foto acima) e as ruínas do Pensionato Luz Divina, além de outras casas e fachadas que nos remetem para tempos antigos.

Seguindo um pouco mais adiante, fica o lugar mais simpático e charmoso de toda a cidade: uma larga e comprida avenida, forrada de tamareiras de todos os tamanhos carregadas com os seus frutos azedos, com uma igreja em cada extremidade (uma antiga, de 1777, outra mais nova), uma grande praça no meio e, melhor de tudo, duas fileiras de casas, uma em cada calçada, todas típicas e antigas, com fachadas lindas e muito bem conservadas, coloridas e com detalhes extraordinários que podem ser apreciados por horas a fio. Esse local tão especial me lembrou um pouco Caboclo (distrito de Afrânio), porém numa escala maior, pois apesar da organização ser basicamente a mesma, a quantidade de casas e árvores (também tamarineiras) é muito maior e mais diversificada.

Eu estive lá para conhecer a Confrária do Rosário, uma organização religiosa de negros muito antiga, porém ainda em atividade, e que, supostamente, é antecessora de manifestações folclóricas mais conhecidas como o congada e o maracatú. Por tudo isso, Floresta é uma cidade que merece ser visitada, explorada e , principalmente, vivenciada através das suas tradições e da sua arquitetura.

Nenhum comentário: