domingo, 25 de abril de 2010

Detalhes


A beleza das grandes obras às vezes está presente também nas pequenas partes, como é o caso desse detalhe da grade de ferro que circunda a catedral de Petrolina.

Sol ou chuva?


Quando o sol e a chuva disputam espaço na orla de Petrolina, o céu fica ao mesmo tempo cinza e alaranjado...

quinta-feira, 22 de abril de 2010

Tourist Information 16 - Vinícola Miolo

Situada a cerca de 40Km do centro de Petrolina, seguindo pela BR-235, logo depois de Santana do Sobrado e antes de Casanova, fica a Fazenda Ouro Verde, unidade avançada do grupo gaúcho Miolo no sertão nordestino.

Trata-se de um passeio "must go" para quem vem à Petrolina. O local, que abriga uma imensa área cultivada, uma área fabril, um setor admnistrativo, um estoque e uma linda loja, que não fica a dever para nenhuma outra de nenhum shopping de qualquer cidade do Brasil, é um ponto de visitação obrigatório.

Além da beleza, da limpeza e da organização do lugar, chama a atenção o esmero com que os visitantes são recebidos pelos funcionários da empresa, que ministram uma verdadeira e muito interessante aula de enologia, ao mesmo tempo em que conduzem o grupo no percurso pelas instalações da unidade.

Mas esmero sem organização não seria muita coisa, e lá é tudo muito bem planejado, não sobrando espaço para o improviso. Depois da visitação, são todos instalados num espaço de degustação, dentro da própria loja, onde os copos apropriados para se apreciar cada tipo de vinho já estão assentados nos seus devidos lugares. Tem início, então, o desfile dos produtos que são colocados à disposição dos visitantes, sempre servidos na temperatura ideal.

Enquanto eles são degustados, o nosso anfitrião conta histórias, fala sobre os produtos e ensina a todos sobre a maneira correta de apreciar os vinhos, espumantes, vinhos de sobremesa e brandys ali produzidos. Tudo isso num clima de muita descontração e espírito elevado.

Para visitar, é só telefonar e agendar. Para isso, clique aqui e siga as instruções. Se for de carro, preste atenção, no seu lado esquerdo, logo depois de Santana do Sobrado, num imenso boi zebu preto com os dizeres "Osborne" (a marca do brandy produzido por eles). É só se identificar na portaria e você já estará dentro do mundo dos vinhos. Mas se puder, vá de carona com alguém e fique à vontade para experimentar os produtos, sem se preocupar com o teor de álcool no sangue na volta.

Enoturismo de primeiro mundo no meio do sertão. Não é para qualquer um.

quarta-feira, 21 de abril de 2010

Cia de Dança do SESC Petrolina

Aconteceu, neste último sábado dia 17/04, a cerimônia de comemoração dos 15 anos da Companhia de Dança do SESC Petrolina. Ao som da orquestra de Fernando Júnior e com a presença de bailarinos, técnicos, administradores, ex-integrantes do grupo e expoentes da cultura local, foi uma festa bonita na qual foram rendidas as justas homenagens para um grupo pioneiro e que batalha incansavelmente pela propagação e consolidação desse gênero cultural no interior do estado, mas que também já conquistou prestígio fora da região.

As elogiadas produções do seu currículo, todas coreografadas por Jailson Lima, são Fragmentos (1995), Labirintos (1997), Chamas (1999), Ondas Cardiocerebrais (2001), Fábrica Mix (2001), Fênix (2002), Riscos (2003), Fuá na Casa de Zé Mané (2003), Viva Seu Luiz Gonzaga (2004), Bailantes Brincantes Dançantes (2006), Ao Amor e à Dor (2006) e Esbórnia (2008).

Apesar de ainda não ter tido a oportunidade de ver nenhuma delas, eu estou ansioso para a chegada do mês de maio, quando a Companhia fará uma retrospectiva de cinco das suas principais coreografias em todos os sábados e domingos do mês. Tenho certeza que será um evento memorável.

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Aviso aos navegantes

Problema:
Forno de microondas 110v precisando de conserto depois de ter sido ligado indevidamente na tomada 220v.

Possível solução:
Assistência técnica da FRIOSERVICE, única oficina autorizada Brastemp/Consul em Petrolina.

Resultado:
Depois de 19 dias aguardando por um orçamento, com diversos telefonemas e promessas de datas para a conclusão do mesmo, a paciência chegou no limite e o forno voltou quebrado para casa. O atendente alega que "falou com o técnico várias vezes mas ele não fez nada".

Possíveis conclusões:
  • O técnico é o dono da empresa;
  • O dono da empresa não está aí para nada;
  • Tá com pressa por quê?
  • Deixa de ser chato e pare de importunar pacatos trabalhadores;
  • Todas as anteriores.

domingo, 18 de abril de 2010

Fotos do Carnaval

Com algum atraso, afinal de contas o trabalho para editar e tratar as imagens não foi pequeno, eu estou, finalmente, disponibilizando as imagens do carnaval 2010, antes que chegue o carnaval de 2011. São fotos que ainda estão longe de mostrar toda a riqueza e diversidade dessa festa popular, mas que, de alguma forma, passam um boa idéia do que seja esse evento único e tão especial.

As fotos retratam o Galo da Madrugada, megabloco que arrasta mais de 1 milhão de pessoas pelo centro do Recife, o Pátio de São Pedro, as ladeiras e casas de Olinda, o Recife Antigo, as onipresentes sombrinhas coloridas, de todo tamanho e formato, e as gravuras de Joana Lira, marca registrada do carnaval pernambucano. Há também imagens dos shows no Marco Zero, principal palco do carnaval recifense, do Recbeat e da Tenda Eletrônica, ilhas musicais alternativas para os foliões mais ecléticos, dos inúmeros grupos de caboclinhos e maracatús, que mantém viva uma tradição, às vezes secular, com muito brilho e vibração, dos curiosos caiporas, dos poéticos blocos líricos, das deliciosas bandas de pífanos e, é claro, do grande homenageado do carnaval 2010, Getúlio Cavalcanti, cantor e compositor que tanto fez e ainda faz pela justa fama desse festa. Junte a tudo isso as figuras divertidas, a irreverência, a criatividade e o alto astral geral, e a combinação não poderia resultar em outra coisa senão no melhor carnaval do mundo.

Por causa do volume, eu tive que dividir o material em dois:

As fotos estão na mesma ordem em que foram tiradas: o primeiro dia, sábado, dedicado inteiramente ao Galo da Madrugada; no domingo e na segunda-feira, de dia em Olinda e de noite no Recife Antigo; na terça, de dia e de noite no Recife Antigo.

Essa fotos marcam a estréia da minha nova G11, adquirida especialmente para ser a minha companheira de todos os momentos e também para situações como essa, em que a facilidade de transporte e de manuseio do equipamento precisam ser compatíveis com a vontade do fotógrafo de também participar da festa. Por isso, ao invés do tradicional formato 2:3, dessa vez as imagens estão no formato 3:4, um pouco mais quadradas. Espero que o resultado seja apreciado apesar das limitações técnicas da máquina, que tentei compensar no Photoshop.

Se você já conhece esse carnaval, você vai com certeza se identificar com as imagens e trazer boas lembranças de volta à memória. Se você ainda não conhece, pode colocar na agenda para 2011 e ir se preparando, desde já, para uma experiência singular e memorável.

quinta-feira, 8 de abril de 2010

Chove chuva

Quando a chuva chega forte e prossegue ininterrupta por toda a noite, quando o céu permanece nublado e cinzento por todo o dia, cobrindo os mínimos vestígios do azul intenso e do amarelo solar radiante, quando poças de água se fazem presentes em todas as ruas e calçadas, em todos os horários, quando você precisa correr para não se molhar e pular para não encharcar o sapato e a barra da calça, quando o vidro do carro fica embaçado, quando as pessoas usam a sombrinha para se proteger da água, e não do sol, quando o trânsito piora sensivelmente e você enfrenta filas e congestionamentos para chegar no seu destino e, finalmente, quando você retorna para casa e não sente aquela necessidade absurda de abrir imediatamente todas as portas e janelas, isso é sinal de que este não é um dia comum por aqui. Aliás muito raro mesmo, para se dizer a verdade. De qualquer forma, é motivo para o paulistano se sentir num ambiente urbano um pouco mais familiar e, dessa forma, matar um pouco as saudades de casa.

Se as coisas estão assim por aqui, é fácil imaginar como o cenário deve ter sido realmente feio no Rio de Janeiro e, um pouco antes, também em São Paulo, por causa do grande volume de água enviado por São Pedro nos últimos dias. Em todo caso, eu torço para que outros dias como esse apareçam por aqui. Só por aqui, é claro.