sexta-feira, 11 de junho de 2010

Infância

Depois de passar a manhã de ontem na Ilha do Massangano (famosa, entre outros, pelo seu Samba de Véio e por ter sido locação do filme "Eu Tu Eles", com Regina Casé e Lima Duarte), eu voltei convencido de que o ideal de uma infância leve, alegre e saudável, daquelas que a gente só vê em filme mesmo, ou então nas recordações dos mais antigos, não está, afinal de contas, tão distante assim do meio urbano em que vivemos.

Longe dos carros, do trânsito, da poluição visual e, aparentemente, de outras ameaças também, as crianças de lá vivem soltas, de casa para a escola, da escola para casa, brincam no meio das ruas, se divertem com pouco, correm, pulam, sobem nas árvores, se embrenham pelo mato, inventam os seus jogos, enfim, reúnem momentos que farão parte, no futuro, de um conjunto de agradáveis lembranças de um período importante da vida.

Apesar de toda a simplicidade da vida que levam, elas esbanjam alegria, simpatia, energia e tem o (seu) mundo ao seu dispor, sem maiores restrições. E tudo isso a apenas 10 minutos de travessia de barco, que por sua vez fica distante cerca de 20 minutos do centro de Petrolina.

Foi uma ótima experiência, juntamente com o meu grupo de caçadores de boas imagens. Deve ser muito bom ser criança na Ilha do Massangano.

Nenhum comentário: