domingo, 5 de julho de 2009

Juazeiro

Tarde de domingo em casa, nada para fazer e a vontade de tirar umas fotos. Resolvo então pegar o carro e ir para Juazeiro, registrando cenas e flagrantes de uma tarde nublada numa cidade vazia.

Além da orla, estive no Museu Regional do São Francisco, esta bela casa de fachada amarela e janelas azuis, que fica na praça da catedral. E de lá que são o lustre, o arranjo de flores, a antiga máquina de fazer refrigerantes, a sala de dentista de 1901, o sino do navio, o candelabro, as carrancas e outros objetos. Os grafites, minha eterna paixão, ficam no local de onde jovens e adultos saltam para se refrescar nas águas do Velho Chico.


Essa árvore aí de cima é o Juazeiro, que dá nome à cidade. Dele se faz um extrato, o juá, muito usado na indústria de cosméticos e também em cremes dentais. Os filhos mais ilustres da cidade são o João Gilberto e a Ivete Sangalo.

Nenhum comentário: