segunda-feira, 8 de novembro de 2010

52º Prêmio Jabuti - 2010

A sala estava lotada e a festa foi primorosa, caprichada em todos os detalhes. Da música aos comes e bebes, da decoração ao atendimento, do catálogo oficial que foi distribuído aos presentes às atrações que foram encarregadas de entreter a platéia.

Os ilustres estavam não apenas no palco, mas também e principalmente fora dele. Se a noite foi animada, em cima do palco, por nomes como Zeca Camargo, Lima Duarte, Regina Duarte, André Mehmari e Mônica Salmaso, a platéia era constituída por ninguém mais ninguém menos do que Chico Buarque, Ruy Castro, Marcelo Tas, Dalmo de Abreu Dallari, Pedro Corrêa do Lago, Caio Túlio Costa, Maria Rita Kehl, Marina Colasanti e Edney Silvestre, entre outros. Os políticos também estavam lá, entre eles o governador do estado de São Paulo, Alberto Goldman, o prefeito da cidade de São Paulo, Gilberto Kassab e o senador Eduardo Suplicy.

Para mim, foi uma grande satisfação ver de perto o Ruy Castro, de quem eu sou antigo admirador (Carmem é um dos melhores livros que eu já li em todos os tempos), e também o Marcelo Tas, antigo colega de Poli-USP e que volta e meia eu reencontro nos lugares mais inusitados.

Quem quiser conhecer um pouco mais da festa pode clicar aqui para ver algumas fotos, aqui para ver o filme da entrega do troféu referente à segunda colocação na categoria Ciências Exatas, Tecnologia e Informática, e também aqui para ver o filme da entrega da placa pela conquista do prêmio de melhor livro de não-ficção conferido pelo voto popular.

Parabéns à Câmara Brasileira do Livro, na pessoa da sua presidente Rosely Boschini, ao curador do Prêmio Jabuti, José Luiz Goldfarb, a todos os premiados da noite e ao público que prestigiou memorável evento. Foi um imenso prazer passar aquelas horas na companhia de todos vocês. Muito obrigado!

Nenhum comentário: