domingo, 1 de novembro de 2009

Fotos de Caboclo

Foram muitas e muitas horas de trabalho, distribuídas em inúmeras noites e finais de semana em casa, debruçado em cima do Photoshop. Mas finalmente eu consegui editar e tratar o material que eu trouxe de Caboclo, quando lá estive em agosto, para as comemorações da Festa do Tamarindo (veja postagem anterior).

Só que as fotos da festa propriamente dita (com a apresentação da orquestra sinfônica e da dupla de repentistas) ainda vão ficar para uma próxima vez. Dessa vez eu resolvi priorizar o povoado, com as suas simpáticas casas coloridas, a sua igreja, as suas crianças, os seus bodes e o Museu do Pai Chico. Também fiz questão de mostrar a natureza e a beleza do entorno, especilmente da trilha que leva ao mirante no alto do morro e, depois, do outro lado da cidade, da trilha que conduz às lagoas, que eu mesmo acabei não encontrando dessa vez.

As fotos estão aqui. Espero que vocês gostem delas. Pois, se gostarem, já sentirei que o meu trabalho foi recompensado e que tantas horas de atividade solitária afinal de contas valeram para alguma coisa.

Bem-vindos à Caboclo, povoado histórico que fica no distrito de Afrânio, alto sertão pernambucano, divisa com o Piauí.

5 comentários:

Ítalo disse...

Não consegui abrir as mais de 600 fotos!!!

Marcus disse...

Para mim está normal... Você tem o flash instalado? Está numa versão recente? Liberou ActiveX? Essa vida virtual ficou muito complicada, não é verdade?

Anônimo disse...

Adorei as cores!
Uma coisa me chamou a atenção: Em geral, as ruas são tão vazias. Onde estão todos?
Tá na hora de fazer uma exposição!
Érica

Jorge disse...

Mais um belo trabalho!
Aproveito para responder à Érica: o povoado tem poucas famílias que residem lá. A maioria das casas é pessoas que têm laços familiares ou de amizade com o povoado e sua gente, que vão para lá curtir feriados ou finais de semana. Apenas no final do ano, de 23 a 31 de dezembro, praticamente todas as casas ficam ocupadas, com a festa do padroeiro Senhor do Bonfim. A virada do ano também é muito legal.

Marcus disse...

Oi Érica!
Fico feliz que você tenha gostado das fotos. Quanto à sua pergunta, ninguém melhor do que o Jorge para respondê-la (veja comentário acima). Ele é de lá, trabalha na UNIVASF comigo, é foi graças a ele que eu conheci esse lugar tão especial. Quanto à exposição, vou ter que aguardar por um patrocinador...