domingo, 14 de dezembro de 2008

Pior cego


O calor é infernal. As áreas verdes são escassas. Há apenas um único parque, praticamente abandonado à própria sorte. O rio só refresca quem se joga dentro dele.

Plantar novas árvores não é apenas uma boa idéia, mas também uma necessidade urgente, tanto em Petrolina quanto em Juazeiro. Para deixar as cidades mais bonitas, refrescar o ar, criar sombras para os pedestres e, quem sabe, atrair alguma chuva.

Mas o que a prefeitura faz? Derruba as poucas remanescentes. Derrubaram e esquartejaram três, logo três de uma vez, em frente ao meu prédio essa semana. E a quarta for tão depenada que parece mais um poste plantado na calçada.

O pior cego é o que não quer ver. E o pior sertanejo é aquele que despreza as poucas árvores que a natureza lhe deu.

2 comentários:

Lésio Quincas Munácio disse...

Ainda estou pensando no que vou fazer..... mas uma vez que decidir, esse fato vai cair na net que nem corrente.

Anônimo disse...

Triste, muito triste. Isso na minha cidade natal daria muita confusão. Há uns 5 anos atrás quando a prefeitura de Ibitinga (interior de SP) derrubou 2 árvores para reformar o cemitério foi obrigada pela população a plantar novas árvores. Mesmo assim este episódio é lamentado até hoje.
abs, Ricardo.